ausralian-beef

Dados projetados da pecuária de corte australiana em 2020 e 2021

A pecuária de corte australiana segue em fase de intensa recomposição de rebanho, com consequência negativa na produção de carne do país.

Como resultado do severo impacto da seca nos anos de 2018 e 2019 em grande parte das regiões produtoras de carne bovina da Austrália, os pecuaristas reduziram seus rebanhos, diminuindo drasticamente as taxas de lotação das propriedades.

E como em 2020 as chuvas retornaram, as pastagens começaram a se recuperar, os produtores foram novamente motivados a reter fêmeas e promover o crescimento do rebanho.

Em virtude da recomposição do rebanho, dados do USDA estimam novas quedas em todos os indicadores de produção da pecuária de corte australiana em 2021 (Tabela), embora essas quedas sejam muito menores da observada em 2020.

A Tabela abaixo apresenta os dados de rebanho, abate, produção, exportação e consumo de carne bovina na Austrália segundo dados do USDA.

Os dados mostram a forte queda nos dados da pecuária de corte australiana, com destaque a baixa no ritmo de abate de quase 20% entre 2019 e a expectativa para 2021.

E, claro, como consequência da queda no abate e na produção de carne bovina do país, a exportação deve ser a mais afetada no período, caindo de 1,73 milhões de toneladas em equivalente carcaça em 2019 para 1,37 milhões de toneladas em 2021.

E por falar em exportação de carne bovina, o USDA apresenta os dados atualizados dos impactos esperados da COVID-19 na importação mundial de carne bovina. Afinal, o quanto a compra dos principais importadores mundiais deve ser afetada pelos efeitos negativos do coronavírus em 2020? Clique aqui e confira!

Além da Austrália, o Farmnews também atualiza os dados da pecuária de corte da China entre os anos de 2018 a 2020. Clique aqui e saiba mais do assunto!

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Dados projetados da pecuária de corte australiana em 2020 e 2021 was last modified: by