Mercado

Preço corrigido do bezerro, média anual de 10 anos, de 2011 a 2020

O Farmnews apresenta os dados anuais do preço corrigido do bezerro entre os anos de 2011 a 2020.

Afinal, como evoluíram os preços médios anuais do bezerro, segundo indicador Cepea, base Mato Grosso do Sul, tanto nominais como corrigidos pela inflação (IGP-M)?

A Tabela a seguir apresenta os dados do preço médio anual do bezerro, segundo indicador Cepea, nominal e corrigido pelo IGP-M entre os anos de 2011 a 2020, em Reais por cabeça.

preço corrigido do bezerro

O preço corrigido do bezerro pelo IGP-M em 2020, segundo indicador Cepea, foi de R$2.463,2 por cabeça, o maior valor da série.

Pois é, ao longo da última década o preço do bezerro corrigido pelo IGP-M variou entre a mínima de R$1.379,3 por cabeça em 2012 e a máxima de R$2.463,3 por cabeça em 2020. Lembrando que o recorde anterior foi observado em 2015, quando o preço do bezerro foi de R$2.189,2 por cabeça.

Vale ressaltar também ao longo da última década, de 2011 a 2020, o preço nominal do bezerro acumulou alta de 174,0%, com o valor da categoria variando de R$737,5 por cabeça a R$2.020,7 por cabeça. Essa valorização foi muito acima da observada para o IGP-M no período, de 105,7% (Tabela). Mas, claro, esse descolamento foi impulsionado pelo comportamento de preços do bezerro em 2020 que foi mais de 50,0% superior ao valor médio nominal observado em 2019.

Cabe ressaltar que o preço do bezerro em 2021 segue quebrando recorde e renovando as máximas históricas. Isso porque apenas na parcial de janeiro (dia 19) a categoria acumula alta de quase 15,0%, superando pela primeira vez o patamar de R$2.700,0 por cabeça. Clique aqui e saiba mais do assunto!

E além do preço corrigido do bezerro, o Farmnews apresenta também os dados anuais do preço corrigido do boi gordo entre os anos de 2011 a 2020. Clique aqui e confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Preço corrigido do bezerro, média anual de 10 anos, de 2011 a 2020 was last modified: by

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: