Mercado

Taxa de abate de vacas segue no menor valor histórico em 2021

A taxa de abate de vacas em relação ao total de bovinos abatidos no 3° trimestre de 2021 foi a menor para o período.

Pois é, a retenção de vacas segue nos maiores patamares históricos, com reflexo na diminuição da intenção do abate de fêmeas. O fato é que entre julho a setembro de 2021 a taxa de abate de vacas ficou em 26,3% no 3° trimestre de 2021 e o menor valor para o período em toda a série avaliada, iniciada em 2012 (Figura).

E por falar em estímulo à atividade de cria, o Farmnews apresenta o preço médio nominal do bezerro ao longo dos últimos anos. Clique aqui e confira!

A Figura a seguir apresenta a evolução da taxa de abate de vacas em relação ao total de bovinos abatidos no 3° trimestre entre os anos de 2012 e 2021, segundo dados do IBGE.

Fonte: Dados do IBGE (adaptado por Farmnews)

A taxa de abate de vacas em 2021 segue muito abaixo dos patamares observados nos anos anteriores, o que reforça o estímulo à atividade de cria.

O total de bovinos abatidos no 3° trimestre de 2021, segundo dados oficiais do IBGE foi de 6,94 milhões de cabeças, enquanto o número de vacas abatidas foi de 1,64 milhão de cabeças. Vale destacar que desde o 3° trimestre de 2020 o número de vacas abatidas ficou abaixo de 2,0 milhões no total de cada trimestre, o que mostra o movimento de queda na oferta de animais para o abate.

No acumulado de 2021, até setembro, o total de bovinos abatidos no Brasil, segundo IBGE somou 20,61 milhões de cabeças, valor 8,4% menor que o observado no mesmo período de 2020 (22,50 milhões). Com relação ao número de vacas, no acumulado entre janeiro e setembro, o abate somou 5,28 milhões de cabeças, valor 14,6% menor que o apurado em 2020 (6,18 milhões).

O ano de 2021 foi um ano marcado por preços recordes em valores nominais mas também como o pior deles para repor o rebanho. Clique aqui e saiba mais do assunto!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Taxa de abate de vacas segue no menor valor histórico em 2021 was last modified: by

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: