preço do milho

Preço do milho passa a acumular queda em 2020

O preço do milho, após alcançar valor recorde histórico, passa a acumular queda na parcial de 2020.

Em abril, no dia 21, o Farmnews destacou que a queda no preço do grão já aproximava a commodity de uma perda dos ganhos acumulados no ano que, vale lembrar, chegou a ficar próxima de 25,0% no fim de março, quando inclusive o milho alcançou valor recorde em valor nominal a R$60,14 por saca, segundo indicador Cepea.

Pois é e, na parcial de abril, até o dia 23, o preço do milho acumulou queda de 19,8% com valor de R$48,18 por saca e, destacando que o grão encerrou o mês anterior, de março, cotado a R$60,14 por saca. Vale lembrar o milho iniciou o ano a R$48,43, ou seja, o milhogrão passou a acumular leve queda em 2020.

Vale lembrar também que em 2020 a exportação de milho do Brasil tem apresentado forte queda em relação a 2019. Na verdade nos primeiros 3 meses do ano a exportação de milho brasileiro caiu pela metade frente a 2019 (clique aqui).

A expectativa negativa diante da queda na demanda global de milho igualmente refletiu no aumento do estoque mundial do grão, pressionando os preços da commodity no mercado internacional e, consequentemente no Brasil.

E ao contrário do milho, a exportação de carne bovina tem sido um dos responsáveis por manter os preços da arroba do boi gordo estáveis em 2020. Pois é, o comportamento firme dos preços da arroba do boi gordo em 2020, pelo menos na parcial até abril é creditado, principalmente, aos dados recordes de exportação de carne bovina do Brasil, mesmo em meio a pandemia de COVID-19. Clique aqui e saiba mais do assunto!

E, claro, com a queda no preço do milho frente a relativa estabilidade do boi gordo, a relação de troca de arroba de boi gordo por milho acumula forte alta na parcial de abril de 2020. Clique aqui e confira!

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Preço do milho passa a acumular queda em 2020 was last modified: by