Mercado

Preço futuro do boi gordo para outubro sem ágio frente ao físico em janeiro (25)

O preço futuro do boi gordo para vencimento em outubro de 2024 segue em queda e próximo da referência no físico em janeiro (25).

O mercado futuro do boi gordo para outubro de 2024 caiu para o menor valor desde o início de novembro de 2023, se aproximando da mínima para o vencimento (primeira Figura), ainda que o contrato esteja com pouca liquidez. O fato é que o contrato para vencimento em outubro (BGIV24) acumulou queda de 4,7% na parcial de janeiro (25), cotado a R$248,8 por arroba.

Apesar da queda no mercado futuro, o preço do boi gordo no físico (Cepea) segue mais estável, com o preço da arroba cotado a R$247,7 em janeiro (25), valor 1,8% menor do que encerrou 2023 (R$252,3). Clique aqui e confira a evolução diária do preço do boi gordo no mercado físico desde 2023.

Vale lembrar também que o Farmnews atualiza, diariamente, os dados dos preços do mercado futuro do boi gordo para os vencimentos em aberto e de maior liquidez. Clique aqui e confira!

A Figura ilustra a evolução diária do preço do boi gordo no mercado físico (Cepea) e futuro, para vencimento em outubro de 2024 (BGIV24), em Reais por arroba.

preço futuro do boi gordo
Fonte: Dados da B3 e do Cepea (adaptado por Farmnews)

O preço futuro do boi gordo para outubro de 2024 foi cotado a R$248,8 por arroba na parcial de janeiro (25), queda de 4,7% frente ao valor que encerrou 2023 (R$261,0) e no menor patamar desde o início de novembro.

O fato é que a expectativa atual do mercado futuro do boi gordo (25, jan) projeta o valor da arroba para outubro no mesmo patamar da referência no físico, ou seja, praticamente sem ganho até a entressafra. Essa parece ser uma realidade pessimista, isso considerando que o preço no mercado físico siga relativamente estável no curto prazo.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

Como temos comentado, o período do ano favorece uma maior pressão negativa no preço do boi gordo, uma vez que o consumo interno é tradicionalmente mais fraco nas férias escoladas. Essa pressão negativa teve pouco reflexo no físico até o momento, mas favoreceu a queda de preço no mercado futuro do boi gordo, o que pode criar oportunidades importantes, já que a expectativa de preço para a segunda metade do ano segue mais otimista!

E mudando de assunto, você sabia que a venda de carne bovina brasileira para os EUA foram recorde em 2023? Clique aqui e saiba mais!

O TC, nosso parceiro de Educação Financeira explicou como funciona o contrato futuro de boi gordo e suas características. Clique aqui e confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo