Mercado

Preço futuro do milho projeta alta frente ao valor de junho

O preço futuro do milho projeta valores acima do patamar praticado em junho de 2023.

Isso porque apesar de acumular forte queda ao longo do ano, os contratos para vencimento entre julho de 2023 e março de 2024 seguem acima do valor praticado em junho como destaca a Figura abaixo.

Vale lembrar que o Farmnews atualiza diariamente as cotações do mercado futuro do milho para os contratos em aberto e de maior liquidez. Clique aqui e confira!

A Figura abaixo apresenta dados do preço do milho (Cepea) e dos contratos futuros, em Reais por saca, no dia 16 de junho.

preço futuro do milho
Fonte: Dados da B3 e Cepea (adaptado por Farmnews)

O preço futuro do milho para todos os vencimentos avaliados, de julho de 2023 a março de 2024, projeta alta frente ao valor do grão no mercado físico em junho.

Isso indica que o preço do grão acumulou forte queda e possivelmente tenha encontrado um fundo. No mercado físico (Cepea), o milho caiu 36,8% na parcial de 2023, já que encerrou 2022 cotado a R$86,1 por saca e no dia 16 de junho o valor foi de R$54,4 por saca.

O valor médio parcial de junho de 2023, até o dia 16, de R$54,0 por saca foi o menor valor nominal desde a média de julho de 2020, quando foi de R$49,7 por saca. Essa queda no mercado físico refletiu na queda no preço futuro do milho, como ilustra a segunda Figura, para vencimento em março de 2024.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

A Figura ilustra a evolução do contrato futuro do milho para vencimento em março de 2024 (CCMH24), avaliado em Reais por saca, desde fevereiro de 2023.

preço futuro do milho
Fonte: Dados da B3 (adaptado por Farmnews)

O milho foi a commodity agrícola acompanhada pelo Farmnews que acumulou a maior perda na parcial de 2023 (clique aqui), o que tem contribuído para aumentar o poder de compra do pecuarista em relação ao grão, permanecendo pelo segundo mês consecutivo acima de 4,0 sacas por arroba de boi gordo (clique aqui).

E por falar no boi gordo, o preço futuro do animal pronto para o abate seguiu o movimento de recuperação e alcançou, na parcial de junho, (16) o maior valor desde o fim da primeira metade de maio. Clique aqui e confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo