soja foi a commodity que mais subiu

A soja foi a commodity que mais subiu na parcial de 2020

A soja foi a commodity que mais subiu e renovou recorde histórico em setembro, próximo de R$140,0 por saca.

Pois é, o preço da soja na parcial de 2020, até setembro (18) foi a commodity com maior ganho acumulado dentre aquelas acompanhada pelo Farmnews, boi gordo, bezerro, milho e soja.

No dia 17, o preço do indicador Cepea (base Paranaguá-PR) foi cotado no maior valor nominal, a R$139,16 por saca. Um dia depois (18) o valor caiu para R$139,10 por e, acumulando alta de 57,9% no ano, já que iniciou 2020 cotado a R$88,08 por saca.

O bezerro (Mato Grosso do Sul), o boi gordo e o milho, todos avaliados segundo indicador Cepea, acumularam alta de, respectivamente, 50,6%, 28,5% e 20,8% na parcial de 2020 até setembro (18).

A Figura a seguir ilustra a evolução diária do preço nominal da soja, em Reais por saca, ao longo de 2020, segundo dados do Cepea (base Paranaguá-PR).

Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

O fato é que o ritmo das vendas externas impulsionaram os preços da soja no mercado doméstico, inclusive chegando a comprometer o abastecimento das indústrias no mercado interno, forçando a necessidade de importação do grão. Com isso, a demanda por soja importada pelo Brasil em 2029, pelo menos até a parcial de agosto aumentou quase 300% frente a 2019. Clique aqui e confira!

A soja foi a commodity que mais subiu na parcial de 2020 e, pelo menos na parcial do mês (18) foi cotado mais de 60,0% acima do valor médio nominal praticado no mesmo período de 2019. Clique aqui e saiba mais do assunto!

O Farmnews apresenta dados que revelam a alta das commodities agrícolas em 2020 comparado a 2019. Afinal, quanto o preço das commodities agrícolas acompanhadas pelo Farmnews em 2020 tem superado o valor médio observado em 2019? Clique aqui e confira os dados!

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

A soja foi a commodity que mais subiu na parcial de 2020 was last modified: by