Mercado

Troca de bezerros por boi gordo: dados do 1° semestre de 2012 a 2021

O Farmnews apresenta os dados da relação de troca de bezerros por boi gordo no 1° semestre de cada ano, entre 2012 e 2021.

Afinal, como evoluiu o poder de compra do pecuarista que depende da reposição do rebanho no mercado? Confira dados da média avaliada para os primeiros 6 meses do ano ao longo da última década (Tabela).

A Tabela abaixo apresenta os dados médios nominais do preço do boi gordo e do bezerro, segundo dados do Cepea e a respectiva relação de bezerros por boi gordo de 16,5@ no 1° semestre de cada ano, entre 2012 e 2021.

A relação de troca de bezerros por gordo no 1° semestre de 2021 foi a pior da história e 6,5% abaixo da praticada nos 6 primeiros meses de 2020.

Vale destacar que o poder de compra do pecuarista no momento de repor o rebanho acumula 3 anos consecutivos de queda quando avaliando a média da relação de troca entre janeiro e junho de cada ano (Tabela). Pois é, desde 2019 a relação de troca de bezerros por boi gordo apresenta queda e em 2021 alcançou o menor valor histórico para o período, de 1,73.

Parece que os bons tempos de uma relação de troca acima de 2,0 bezerros por boi gordo tem ficado cada vez mais distante, o que aumenta o desafio do produtor por uma engorda mais eficiente e uma gestão voltada para o resultado.

E a recuperação da relação de troca em junho, em virtude da alta do boi gordo e queda no valor da categoria de reposição não foi suficiente para melhorar os dados de 2021, renovando a mínima de 2015 quando o indicador ficou em 1,78 bezerros por boi gordo de 16,5@.

Cabe destacar também que a primeira metade de 2021 foi marcada pela alta do bezerro e do boi gordo. Dentre as commodities agrícolas acompanhadas pelo Farmnews nos primeiros 6 meses de 2021, o destaque de valorização ficou para o bezerro e também do boi gordo. Clique aqui e confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Troca de bezerros por boi gordo: dados do 1° semestre de 2012 a 2021 was last modified: by

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: