Mercado

Abate de bovinos no Brasil no 4º trimestre de 2023 foi recorde. Confira dados!

O abate de bovinos no Brasil no 4º trimestre de 2023, dados oficiais do IBGE, somou 9,05 milhões de cabeças, o maior valor para o período do ano.

O abate oficial de bovinos no Brasil, segundo dados oficiais preliminares do IBGE, entre os meses outubro e dezembro de 2023 foi de 9,05 milhões de cabeças), valor 20,0% maior que o observado no mesmo de 2022 (7,54 milhões de cabeças) e o maior valor para o período do ano (Figura abaixo).

É interessante observar também que ao longo do período, de 2010 a 2023, o abate oficial de bovinos no 4º trimestre oscilou entre a máxima de 9,05 milhões de cabeças em 2023 e a mínima de 6,96 milhões de cabeças em 2021. O valor médio do período foi de 7,89 milhões de cabeças.

A Figura apresenta a quantidade oficial de bovinos abatidos no Brasil no 4º trimestre, em milhões de cabeças, entre os anos de 2010 e 2023, segundo dados do IBGE.

abate de bovinos no Brasil
Fonte: Dados do IBGE (adaptado por Farmnews)

O abate de bovinos no Brasil no 4º trimestre de 2023 alcançou recorde histórico, com oferta de 9,05 milhões de animais e o segundo ano consecutivo de alta para o período do ano.

No acumulado de 2023 até dezembro, o Brasil abateu 33,89 milhões de bovinos, o maior patamar desde 2014 (segunda Figura) e o segundo ano consecutivo de alta. Aliás, o valor de 2023 foi 13,2% maior que o observado em 2022 (29,95 milhões de cabeças).

A Figura apresenta a quantidade oficial de bovinos abatidos no Brasil no acumulado de cada ano, em milhões de cabeças, entre os anos de 2010 e 2023, segundo dados do IBGE.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp
abate de bovinos no Brasil
Fonte: Dados do IBGE (adaptado por Farmnews)

O aumento da oferta de animais em 2023 acompanha o movimento do ciclo pecuário e também da maior oferta de vacas para o abate, o que contribuiu para pressionar e, muito, preço do boi gordo no ano. Nesse contexto, vale avaliar o comportamento do preço do boi gordo corrigido pela inflação ao longo dos últimos anos. Clique aqui e confira!

A expectativa para 2024 é de um cenário de preço mais favorável, ainda que o preço siga em leve queda no ano (clique aqui). A pressão negativa era esperada especialmente ao longo da primeira metade do ano, como mostram os dados do mercado futuro do boi gordo (clique aqui).

O Farmnews também comparou o preço do boi gordo nos meses de fevereiro, entre os anos de 2010 e a parcial de 2024. Clique aqui e confira os dados!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo