Mercado

Arroba de boi gordo comprou menos sacas de milho em 2021: dados de 10 anos

Em 2021 com uma arroba de boi gordo foi possível adquirir, em média, 3,33 sacas de milho de 60kg, o menor valor desde 2012.

Pois é, desde 2012 o poder de compra do pecuarista em relação ao milho não foi tão baixo como em 2021. E isso mostra que apesar dos preços recordes do boi gordo (clique aqui), o custo de produção segue igualmente nos patamares mais elevados dos últimos anos.

O preço do milho apresentou a maior média anual da história em 2021, com ganho acima de 50,0% frente a 2020. Clique aqui e confira os dados desde 2007!

Vale lembrar que não foi o poder de compra do pecuarista frente ao milho que caiu. Isso porque a relação de troca de bezerros por boi gordo em 2021 foi a menor da história, com o preço do bezerro superando a valorização observada do animal para abate. Clique aqui e confira os dados históricos da relação de preço do bezerro e do boi gordo em mais de 20 anos!

A Figura a seguir apresenta a evolução anual da relação do preço da arroba do boi gordo e da saca de milho, ambos avaliados segundo dados do Cepea, entre 2012 e 2021.

Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

Em 2021 uma arroba de boi gordo comprou em média, 3,33 sacas de milho, segundo dados do Cepea, o menor valor desde 2012 (Figura).

Desde 2012 o poder de compra do pecuarista em relação ao milho variou entre a mínima de 3,23 sacas por arroba e a máxima de 5,10 sacas por arroba. Em 2020 o poder de compra do pecuarista ficou de, em média, 3,85 sacas de milho por arroba de boi gordo, valor 15,6% acima do praticado em 2021.

Além do menor valor em 10 anos, a relação de preço do boi gordo e do milho segue em queda pelo segundo ano consecutivo em 2021.

O Farmnews fez uma retrospectiva dos principais dados do mercado pecuário e agrícola em 2021. Clique aqui e confira!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Arroba de boi gordo comprou menos sacas de milho em 2021: dados de 10 anos was last modified: by

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: