dólar em 2020

Dados do dólar em 2020 e preços das commodities agrícolas

O dólar em 2020, até a parcial do início de setembro (4), tem acumulado forte alta, de 31,9%.

Isso porque o dólar iniciou 2020 a R$4,02 e em setembro (4), o valor foi de R$5,31. E a cotação do dólar em agosto de 2020 (R$5,46) foi 35,8% acima do praticado no mesmo periodo do ano passado (R$4,02).

Aliás, clique aqui e confira os dados médios mensais da evolução do dólar ao longo dos últimos meses!

O fato é que o dólar em 2020 está nos maiores patamares históricos, o que tem contribuído para manter competitivo o preço das commodities agrícolas do Brasil no mercado externo.

Vale lembrar que em agosto de 2020 todas as commodities agrícolas acompanhadas pelo Farmnews alcançaram valores recorde histórico em Reais. Pois é, todas as 4 commodities agrícolas acompanhadas pelo Farmnews, bezerro, boi gordo, milho e soja encerram o mês cotadas no maior valor nominal histórico. Clique aqui e confira!

A Figura a seguir ilustra a evolução da cotação diária do dólar comercial para venda ao longo de 2020, em Reais por dólar.

dólar em 2020
Fonte: Dados da AEUSCO (adaptado por Farmnews)

O importante é avaliar que a valorização do dólar em 2020 tem superado a alta observada para o boi gordo no período, até o início de setembro (4).

O preço do boi gordo segundo indicador Cepea, acumulou alta de 24,6%, variando de R$193,0 por arroba no inicio de 2020 para R$240,3 por arroba na parcial de setembro. Com isso, o preço em dólar do boi gordo acumulou queda em 2020, de 5,5%, ja que no inicio de 2020 o valor foi de US$48,0 por arroba e no inicio de setembro (4) de US$45,3 por arroba.

Esse movimento do dólar em 2020 tem contribuído para o recorde de vendas de carne bovina brasileira no mercado internacional. O Farmnews apresenta os dados da exportação de carne bovina do Brasil no acumulado entre janeiro e agosto de cada ano, ao longo da última década. Clique aqui e confira os dados!

Aliás, o dólar acumula alta acima do boi gordo e do milho, uma vez que o grão, na parcial de 2020, até setembro (4), acumulou ganho de 21,9%, cotado a R$59,1 por saca segundo indicador Cepea. Nesse aspecto, o preço do milho em dólares acumulou queda de 7,5% em 2020, variando de US$12,0 por saca a US$11,1 por saca.

A soja, por outro lado e, principal produto de exportação nacional, acumulou ala de 52,2% no ano, até setembro (4), segundo indicador Cepea e, em dólares, o preço do grão acumulou ganho de 15,4%, cotado a US$25,3 por saca.

Contudo, mesmo com a alta do preço da soja em dólar, a exportação do produto em alcançado patamares recorde, como destacam os dados apresentados pelo Farmnews! Clique aqui e saiba mais do assunto!

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Dados do dólar em 2020 e preços das commodities agrícolas was last modified: by