Mercado

Exportação de bovinos vivos do Brasil em 10 anos, de janeiro a abril

O Farmnews apresenta os dados de exportação de bovinos vivos do Brasil entre janeiro e abril ao longo dos últimos 10 anos, de 2012 a 2021.

Pois é, e ao contrário da exportação de carne bovina, em patamares recordes (clique aqui), a venda de bovinos vivos do Brasil para o mercado internacional nunca foi tão baixa como em 2021 (Tabela).

A Tabela abaixo apresenta os dados de receita, em milhões de dólares, embarques, em mil toneladas e do preço médio dos bovinos exportados pelo Brasil, no acumulado entre janeiro a abril de 2012 a 2021, segundo dados do MDIC.

exportação de bovinos vivos do Brasil

A exportação de bovinos vivos do Brasil nos 4 primeiros meses de 2021 somou US$13,53 milhões, o menor valor da série e uma queda de 82,3% frente ao mesmo período de 2020 (US$76,53 milhões).

O fato é que a exportação de bovinos vivos do Brasil tem despencado em 2021 e, acentuando as quedas que já eram observadas nos anos anteriores (Tabela).

E ao longo da série de 10 anos, no acumulado entre janeiro e abril, a receita com a exportação de bovinos vivos oscilou entre a máxima de US$379,87 milhões em 2014 e a mínima de US$13,53 milhões em 2021. Aliás, o valor de 13,53 milhões é menos de 4% do valor praticado em 2014, o que ressalta o tamanho da queda nas vendas desse mercado.

E, claro, o mercado de exportação de bovinos vivos em queda tem pouco impacto no comportamento de preços do boi gordo, com exceção de algumas praças mais relevantes para esse segmento como no Pará. E por falar em preço do boi gordo, o valor dos animais para abate segue firme (clique aqui) em 2021.

Essa firmeza dos preços em 2021 acontece também devido a expressiva diminuição no ritmo de abate. O abate de bovinos no Brasil segue caindo forte em 2021 e, nos primeiros 3 meses do ano alcançou o menor valor desde 2009. Clique aqui e confira os dados!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Exportação de bovinos vivos do Brasil em 10 anos, de janeiro a abril was last modified: by

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: