mercado-bg-mai-20

Análise do mercado do boi gordo em maio de 2020

O Farmnews apresenta análise do Cepea referente ao mercado do boi gordo em maio de 2020.

Vale lembrar que o preço da arroba do boi gordo em maio de 2020 apresentou alta em relação a abril após 12 anos. O valor do boi gordo em maio foi maior que a média de abril em 2020, o que não era visto desde o ano de 2008, ou seja, em mais de uma década. Clique aqui!

O fato é que o mercado externo aquecido e a oferta restrita de animais prontos para o abate neste período de entressafra nacional sustentaram os preços da arroba do boi gordo em praticamente todo o mês de maio.

No mês, a média do indicador do boi gordo Cepea (estado de São Paulo, à vista) foi de R$201,21, sendo 0,83% acima da verificada em abril, de R$199,57. Além disso, a média de maio superou em quase 25% a do mesmo mês do ano passado, em termos reais (valores deflacionados pelo IGP-DI).

E vale destacar que o mercado do boi gordo em termos de preço em maio de 2020 apresentou ganho frene a abril, o que não era observado desde 2008.

Por outro lado, os preços da carne negociada no mercado atacadista da Grande São Paulo estiveram enfraquecidos, especialmente diante da demanda doméstica arrefecida. Segundo pesquisadores do Cepea, a atual crise por causa da pandemia de coronavírus parece começar a reduzir o poder de compra de parte da população, que, por sua vez, pode estar migrando para proteínas mais competitivas, como frango, suínos e ovos.

O movimento de queda nos valores da carne foi reforçado na segunda quinzena do mês, quando tipicamente a demanda pelo produto diminui. Assim, a média à vista da arroba da carcaça casada do boi negociada no atacado foi de R$205,05 (ou de R$13,67/kg) em maio, queda de 2,63% em relação à de abril. Frente à de maio do ano passado, contudo, a média de maio de 2020 esteve 20,7% superior, em termos reais.

Nesse cenário, ainda que o preço médio da carne no atacado em maio tenha superado o da arroba do animal para abate – cenário que vem sendo verificado, em termos gerais, desde o encerramento de 2016 –, essa vantagem diminui no mês. Assim, a diferença entre os preços da arroba do animal e da arroba da carcaça casada foi de R$3,84/@, a menor desde setembro de 2019, quando esteve em R$2,77/@. Naquele mês, vale lembrar, a oferta de animais em confinamento estava baixa e a demanda por carne, enfraquecida no País. Como comparação, em maio do ano passado, a diferença era de R$8,51@.

Mesmo em meio à pandemia de coronavírus, as exportações seguem recordes – A China segue importado volumes significativos de carne bovina do Brasil neste ano, o que tem feito com que as exportações totais do País registrem recordes.

E esse cenário de exportações em alta, por sua vez, ameniza os impactos da crise de pandemia de coronavírus sobre o mercado do boi gordo nacional.

Clique aqui e confira os dados do mercado de exportação de carne bovina em maio de 2020 comparado ao mesmo período de 2019.

E o abate no 1º trimestre foi o menor desde 2011 – Dados preliminares do IBGE mostram que o número de cabeças de bovinos abatido pelo País no primeiro trimestre de 2020 foi o menor desde 2011. De janeiro a março, foram abatidos 7,2 milhões de animais, 10,4% a menos que o trimestre anterior (de outubro a dezembro de 2019), quando 8,071 milhões de animais foram abatidos – vale lembrar que, naquele período, a arroba bovina atingiu preço recorde real da série histórica do Cepea, iniciada em 1994. Clique aqui e confira os dados de abate de bovinos no País nos últimos trimestres!

E por falar no mercado do boi gordo, o Farmnews apresenta os dados de preço futuro da arroba, para vencimento em outubro, ao longo de 2020, até o início de junho. Clique aqui e confira!

Adaptado do Cepea

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Análise do mercado do boi gordo em maio de 2020 was last modified: by