Mercado

Preço futuro do boi gordo frente ao físico, dados de março (14)

O Farmnews comparou o preço futuro do boi gordo para os vencimentos até outubro de 2024 com a referência no físico, em março (14).

Após a forte recuperação (clique aqui) devido a notícia de que a China habilitou novas plantas frigoríficas do Brasil para exportação, o mercado futuro do boi gordo caiu e o contrato para vencimento em maio de 2024, por exemplo, voltou a ficar abaixo de R$230,0 por arroba e mais distante da referência no físico (Cepea), como mostram os dados da Figura abaixo.

A habilitação de mais plantas para exportação embora favorável para fortalecimento das vendas para o país asiático, também tende a aumentar a oferta de animais com destino a China, o que pode igualmente pressionar o ágio do bovino exportado devido a maior concorrência. Isso ainda vamos entender na prática, embora a notícia seja positiva para o mercado como um todo.

Vale lembrar também que o Farmnews atualiza, diariamente, os dados dos preços do mercado futuro do boi gordo (clique aqui), milho (clique aqui) e soja (clique aqui)!

A Figura abaixo apresenta dados de preço do boi gordo no mercado físico (Cepea) e dos contratos futuros, segundo B3, entre março e outubro de 2024, em Reais por arroba, no dia 14 de março.

preço futuro do boi gordo
Fonte: Dados da B3 e Cepea (adaptado por Farmnews)

O preço futuro do boi gordo para maio de 2024, de R$226,6 por arroba, projeta uma queda de 3,0% frente ao físico em março (14) e 14,1% abaixo da média nominal observada em maio de 2023, quando o valor foi de R$263,8 por arroba.

O contrato para maio de 2024 acumula perda de 6,9% na parcial de 2024, até março (14) em relação ao valor que encerrou 2023. O preço do boi gordo no mercado físico (Cepea), na mesma base de comparação, caiu 7,4%, cotado a R$233,6 por arroba.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

E por falar no preço do boi gordo, clique aqui e confira o comportamento nominal do valor médio dentro de cada ano, desde 2020!

Já o contrato para outubro de 2024 foi cotado a R$240,8 por arroba, pouco acima da referência no físico (Figura) e próximo da média nominal de outubro de 2023 (R$237,8).

Vale lembrar também que o abate de vacas em 2023 cresceu 23,9% em relação a 2022 e, incluindo as novilhas, o aumento foi de 26,6%. O IBGE divulgou em março (14) os dados finais do abate oficial de abate de bovinos no País, confirmando o forte aumento do abate de fêmeas em 2023. Clique aqui e confira os dados desde 2010!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo