Mercado

Preço futuro do boi gordo recupera R$200 por arroba

Um dia pós perder o patamar de R$200,0 por arroba, o preço futuro do boi gordo para vencimento em outubro de 2023 subiu.

O mercado futuro do boi gordo segue volátil (clique aqui) e, embora siga acumulando enorme queda no ano (Figura), o preço de R$200,0 por arroba é um suporte importante, principalmente do ponto de vista psicológico. Vale destacar que o preço futuro do boi gordo para outubro de 2023, desde que o final de 2022, quando foi cotado a R$305,0 por arroba, acumula queda acima de R$100,0 por arroba. Considerando o início das negociações, em novembro de 2022, a perda foi ainda maior, de em torno de R$120,0 por arroba.

Apesar de mercado físico ainda com viés de queda (clique aqui), apostar em novas baixas parece tão arriscado quanto assumir uma posição de compra nesse momento, o que pode tornar o mercado futuro indefinido e ainda mais volátil no curto prazo. Vale lembrar que para outubro de 2023 é esperado uma menor oferta de animais para o abate, principalmente de vacas e um consumo mais aquecido no mercado doméstico. Isso deve favorecer uma recuperação de preço do boi gordo, ainda que sem exagero, como temo destacado.

A Figura ilustra a evolução do preço do boi gordo no mercado futuro (B3), contrato para vencimento em outubro de 2023 (BGIV23), em Reais por arroba.

preço futuro do boi gordo
Fonte: Dados da B3 (adaptado por Farmnews)

O preço futuro do boi gordo para vencimento em outubro de 2023 foi cotado a R$201,1 por arroba no dia 25 de agosto, após encerrar o dia anterior na mínima do vencimento (R$198,2).

E por falar no mercado futuro, o Farmnews apresenta os dados dos preços para os vencimentos em aberto, ente agosto de 2023 e maio de 2024. Clique aqui e confira!

O cenário atual de queda é marcado por uma elevada oferta de animais para o abate e um consumo doméstico fraco (clique aqui). Essa esperada mudança de tendência de queda, assim como aconteceu em 2017, ano do último ciclo de baixa de longo prazo (clique aqui), deve acontecer principalmente com a queda na intenção de venda.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

E como temos comentado, se por um lado o consumo interno vai mal, a exportação de carne bovina do Brasil segue em ritmo forte. A queda no faturamento, tão comentada por ai, é devido principalmente ao menor preço da carne bovina no mercado internacional. Os embarques de carne bovina brasileira para o exterior seguem em patamares recordes, como indicam os dados parciais de agosto de 2023. Clique aqui e saiba mais!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo