Mercado

Preço futuro do boi gordo sobe com novos casos de febre suína na China

O preço futuro do boi gordo subiu impulsionado pelos novos casos de febre suína africana na China.

Vale lembrar que um dos fatores que motivou a alta dos preços do mercado pecuário no Brasil em 2020 (clique aqui) foi justamente o surto da febre suína africana, que fez a produção de carne suína cair significativamente na China em 2019 e impulsionar as exportações de carne tanto bovina como suína do Brasil.

E por falar no assunto, clique aqui e confira como evoluíram os dados de exportação de carne bovina brasileira pela China desde 2016!

Esse foi um dos motivos que favoreceu a alta no mercado futuro do boi gordo no dia 16 de março, como ilustrado na primeira Figura abaixo, considerando o contrato com vencimento em maio de 2023 (BGIK23) . Pois é, a questão sanitária internacional mostra que o mercado pecuário no País tem pouco espaço para quedas, já que embora a expectativa de oferta no Brasil tenda a aumentar pela fase do ciclo pecuário, no mundo a oferta e a demanda segue ajustada e qualquer desequilíbrio pode novamente impulsionar a alta das carnes do Brasil. Vamos ficar atentos!

Afinal, o que é a febre suína africana, como ela se espalha, quais os riscos à saúde e à produção de alimentos no mundo? Clique aqui e confira!

A Figura a seguir apresenta a evolução diária do preço esperado do boi gordo para maio de 2023 (BGIK23), em Reais por arroba, ao longo de 2023.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp
preço futuro do boi
Fonte: Dados da b3 (adaptado por Farmnews)

O preço futuro do boi gordo (BGIK23) encerrou o dia 16 de março cotado a R$293,0 por arroba e apesar da alta no dia, o valor segue relativamente estável desde o fim de fevereiro.

Embora o futuro do boi gordo para maio de 2023 ainda esteja pressionado pelo aumento de oferta (clique aqui), somada a insegurança quanto ao ritmo de recuperação do consumo interno e da retomada das exportações para a China, os novos casos de febre suína, por outro lado, adicionam uma expectativa positiva para a pecuária do Brasil. E esse é um fator que pode trazer forte pressão de alta no preço do boi gordo, conforme o desdobramento do impacto e do tamanho do surto no país asiático.

No mercado físico (Cepea), a recuperação de preço segue lenta (segunda Figura), ainda no aguardo do fim do embargo. O preço médio do boi gordo (Cepea) na parcial de março de 2023, até o dia 16, de R$275,0 por arroba, valor 5,1% abaixo da média nominal de fevereiro (R$289,7) e 20,1% menor que março de 2022 (R$344,7).

A Figura a seguir apresenta a evolução diária do preço esperado do boi gordo para maio de 2023 (BGIK23) e o preço do boi gordo no mercado físico (Cepea), em Reais por arroba, ao longo de 2023.

preço futuro do boi
Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

O IBGE divulgou no último dia 15 de março os dados finais do abate de bovinos no Brasil e o destaque ficou para o aumento do abate de vacas que apresentou alta de 18,7% em relação a 2021, somando o 8,01 milhões de cabeças. Aliás, clique aqui e confira os dados anuais da taxa de abate de vacas entre 2010 e 2022!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo