preço futuro do milho

Preço futuro do milho para setembro de 2020 perde força e cai

O preço futuro do milho já sofre as consequências da perda de força do grão no mercado físico em abril.

Pois é, os preços do milho seguem como destaque de alta nos primeiros meses de 2020. Isso porque apesar da queda na parcial de abril, a alta acumulada no ano até o dia 14, foi de 11,1%. Lembrando que o milho chegou a acumular ganho de quase 25,0% no 1° trimestre de 2020 (clique aqui). O preço do grão iniciou o ano cotado a R$48,43 por saca (indicador Cepea) e no do dia 14 o valor foi de R$53,79 por saca.

O fato é que apesar da alta no ano, até a parcial de abril, apenas no mês a queda foi de 10,6%, uma vez que o preço do milho encerrou março a R$60,14 por saca que, aliás, foi o maior valor nominal histórico para o grão!

Vale destacar que o preço do milho cai em abril também em resposta ao aumento do estoque mundial do grão, conforme dados divulgados pelo USDA, relacionada a queda da demanda global. Clique aqui e confira os dados!

E os efeitos da queda no preço do grão no mercado físico em abril também é refletido no preço futuro do milho para o vencimento em setembro de 2020 (CCMU20).

No dia 14 de abril o preço futuro do milho, para vencimento em setembro de 2020 foi de R$42,90 por saca, queda de 3,5% na parcial do mês, já que o contrato CCMU20 encerrou março cotado a R$44,50 por saca. Contudo, no ano o contrato futuro do milho para setembro segue acumulando leve alta, já que que iniciou 2020 a R$41,70 por saca.

O Farmnews apresenta os dados de produção dos maiores países produtores de milho para a safra 2019/20. O USDA revisou em abril de 2020 os dados esperados de produção de milho no mundo e entre os principais produtores países na safra 2019/20. Clique aqui e confira!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Preço futuro do milho para setembro de 2020 perde força e cai was last modified: by