Portrait of a Woman Choosing Meat in a Supermarket

Por que a indústria mundial de carnes está cada vez mais sustentável?

A indústria mundial de carnes, ano após ano, está cada vez mais sustentável.

O fato é que parte das pesquisas e, consequentemente, da mídia, continuam recomendando o consumo de menos carne, justificando, erroneamente, o combate às mudança climática.

E nesse sentido, é importante que a indústria mundial da carne se una e mostre o que poucos ficam sabendo: que a indústria mundial de carnes está cada vez mais sustentável e, não é a vilã dos assuntos ambientais.

O aumento do consumo de carnes baseadas em plantas (clique aqui) por razões ambientais reforça a necessidade da indústria mundial de carnes em, de fato, mostrar o que tem sido feito para tornar o setor cada vez mais sustentável.

E aqui cabe uma oportunidade interessante já que, com lançamento da carne baseada em plantas no mercado brasileiro, o marketing da carne bovina tem novamente a chance de trabalhar a seu favor. Mas será que vai? Aliás, será que a carne bovina vai, de fato, se posicionar diante do apelo que tem sido criado em torno da carne baseada em plantas? Clique aqui e saiba mais do assunto!

Há um forte incentivo para que as indústrias de carnes concentrem esforços no meio-ambiente, já que os consumidores estão buscando produtos mais sustentáveis ​​e, nos mercados internacionais, já costumam pagar mais caro por tais produtos.

Vale lembrar que cerca de dois terços dos consumidores estão dispostos a pagar mais por marcas sustentáveis, e esse número é ainda maior para a para os Millennials (73%) e a Geração Z (72%), de acordo com a Nielsen.

E por falar nos Millennials, clique aqui e confira a importância desse público no mercado de carne bovina!

Mas também é importante mencionar que o USDA já realizou estudos que mostram que os impactos ambientais da produção de carne bovina são freqüentemente superestimados. Em outras palavras, colocam a indústria da carne como vilã, injustamente. Aliás, o Farmnews tem destacado temas que revelam que a atividade pecuária não é o grande responsável pelos problemas ambientais do planeta (clique aqui).

E o USDA destaca que a produção de carne bovina compreende apenas 3,3% das emissões de gases de efeito estufa nos EUA. O consumo de água e os insumos oriundos de combustíveis fósseis também foram reportados abaixo das estimativas anteriores.

De qualquer modo, metas de sustentabilidade tornaram-se procedimentos operacionais padrão na indústria de alimentos e bebidas nos Estados Unidos, por exemplo.. Um relatório de 2018 da Ceres mostrou que dois terços de mais de 600 das maiores empresas públicas dos EUA se comprometeram a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, e mais da metade tem políticas formais para gerenciar os recursos hídricos.

Portanto, a indústria de carnes tem dado sua resposta em direção à sustentabilidade é uma resposta à demanda do consumidor.

E claro, é natural e saudável que os consumidores prestem cada vez mais atenção em como produtores e indústria trabalham a questão da sustentabilidade em seus negócios. As marcas já começam a ter essa consciência (clique aqui).

O Farmnews apresenta a evolução histórica dos preços das carnes bovina, suína e de frango. Clique aqui e confira os dados!

Adaptado do FoodDive

Clique aqui para acessar o artigo original, na íntegra!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Por que a indústria mundial de carnes está cada vez mais sustentável? was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!