comportamento de preços do bezerro

Comportamento de preços do bezerro, em arrobas e cabeças na parcial de 2019

O Farmnews destaca o comportamento de preços do bezerro, avaliado em arrobas e em cabeças em 2019, até maio.

O objetivo é apresentar as diferenças na variação acumulada de preços quando avaliamos os valores do bezerros em arrobas e em cabeças.

Aliás, o Farmnews já destacou a importância de considerar a diferença em analisar os preços do bezerro em arrobas e em cabeças. Clique aqui e saiba mais.

A Figura a seguir ilustra o comportamento de preços do bezerro, em arrobas e cabeças, considerando a variação acumulada entre janeiro e maio de 2019, segundo dados do indicador Cepea (base Mato Grosso do Sul).

comportamento de preços do bezerro
Fonte: Dados do Cepea/B3 (adaptado por Farmnews)

Nos primeiros 5 meses de 2019, o saldo do comportamento de preços do bezerro, tanto em Reais por arroba como em cabeças é positivo.

Isso porque ambos acumulam alta até maio de 2019, sendo o preço do bezerro avaliado em Reais por arroba de 9,8% e em Reais por cabeça de 7,0%.

Contudo, ao longo do ano, entre janeiro e maio, os preços do bezerro avaliado em arrobas apresentou maior oscilação comparado ao preço por cabeça.

Como os dados da Figura acima revelam, o preço do bezerro em arrobas chegou a acumular alta próxima de 18,0% no ano, enquanto o valor do bezerro apurado em cabeça de 11,0%.

Claro, isso tende a ser normal já que quando o preço é avaliado em Reais por arroba, inclui-se mais uma variável, a do peso do animal. Pois é e ai que entra a importância de comparar o preço do bezerro em arrobas e em cabeças.

Vamos considerar o exemplo do comportamento de preços do bezerro da Figura acima, quando no final de março, a valorização acumulada de preços em arrobas alcançou quase 18%. Nesse mesmo período, o bezerro apurado em cabeças acumulava alta de apenas cerca de 3,0% no ano.

Essa distorção ocorreu, claro, porque o peso médio do bezerro caiu sensivelmente nesse período. Quando o preço do bezerro em Reais por arroba acumulou alta próxima de 18,0% no dia 28 de março, o peso médio do bezerro, segundo dados do Cepea foi de 185,6kg. E poucos dias antes, no início de março, quando a alta acumulada do bezerro avaliado em arrobas esteve relativamente próxima do preço do bezerro em Reais por cabeça, o peso meio do bezerro para venda foi acima de 200,0kg.

Vale lembrar que o Farmnews apresentou a variação acumulada dos preços das commodities agrícolas, boi gordo, bezerro, milho e soja, em maio e nos 5 primeiros meses de 2019. Clique aqui!

Siga o Farmnews, o canal de notícias do agronegócio!

Comportamento de preços do bezerro, em arrobas e cabeças na parcial de 2019 was last modified: by

Zootecnista, editor do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!