milho-fuuro-se-20-2

Preço futuro do milho para 2021 inicia setembro abaixo do valor de 2020

O preço futuro do milho para vencimento em março de 2021 (CCMH21) iniciou setembro de 2020 em queda.

Vale lembrar que o mês de agosto de 2020 terminou com preços recorde das commodities agrícolas acompanhadas pelo Farmnews. Pois é, tanto bezerro, boi gordo, milho e soja encerram o mês cotadas no maior valor nominal histórico. Clique aqui e confira!

E o milho foi a commodity que apresentou o maior ganho acumulado para o mês de agosto, com alta de 20,6%, sendo cotado a R$61,25 e a primeira vez que o indicador Cepea (Campinas – SP) supera a casa dos R$61,0 por saco. Contudo, nos primeiros dias de setembro o indicador apresentou queda, perdendo inclusive o patamar de R$60,0 por saca, já que no dia 3 o valor do indicador foi de R$59,11 por saca.

O cenário de queda de valores do grão nesse inicio de setembro igualmente foi refletido na desvalorização do preço futuro do milho para vencimento em março de 2021 (Figura)

A Figura a seguir ilustra a evolução do preço do contrato para vencimento em março de 2021, em Reais por saca, ao longo de 2020.

Fonte: Dados do B3 (adaptado por Farmnews)

O fato é que no dia 3 de setembro, o preço futuro do milho de R$55,19 por saca para vencimento em março, caiu 7,7% em relação ao valor R$59,80 por saca, quando no dia 25 de agosto alcançou o pico de preços para o contrato (CMMH21).

O preço futuro do milho de R$55,19 por saca para março de 2021 representa uma queda de 3,9% frente ao valor médio nominal praticado em março de 2020, segundo indicador Cepea (R$57,41 por saca).

E mudando de grão, o preço da soja em agosto em 2020 tem acumulado alta próxima de 60% frente ao início do ano e vale mais de 50% do valor observado no mesmo período de 2019. Clique aqui e confira!

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Preço futuro do milho para 2021 inicia setembro abaixo do valor de 2020 was last modified: by