pork-price-ou-20

Comportamento de preços do boi gordo, frango e suíno em 2020

O Farmnews apresenta dados do comportamento de preços do boi gordo, frango e suíno em 2020, até a parcial de outubro.

Os preços da carne de frango e das duas principais concorrentes, bovina e suína, seguem em movimento de alta no mercado doméstico. A carne de frango, contudo, ainda se mostra como a opção mais competitiva, já que os valores desta carne têm se distanciado das cotações das concorrentes (Figura).

Levantamento do Cepea mostra, inclusive, que a diferença atual entre os preços da carne de frango e os das concorrentes é a maior da série, iniciada em 2004, em termos reais (as médias mensais foram deflacionadas pelo IPCA de setembro/20).

Segundo colaboradores do Cepea, a alta competitividade favorece a demanda doméstica pela carne de frango, que, por sua vez, tem impulsionado consecutivamente as cotações da avicultura de corte nos últimos meses. No mercado da carne bovina, as exportações em ritmo aquecido e o preço do boi gordo em patamar recorde (clique aqui), por conta da menor oferta de animais para abate, elevam as cotações da carcaça.

A Figura a seguir ilustra o comportamento de preços do boi gordo, frango e suíno ao longo de 2020, segundo dados do Cepea, para o Estado de São Paulo.

Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

A situação para a carne suína é similar à bovina, com oferta restrita de animais em peso ideal de abate, contexto que tem impulsionado as cotações de todo o setor. Nas últimas semanas, a baixa disponibilidade e os preços elevados dos principais insumos da atividade suinícola, milho e farelo de soja, têm preocupado agentes deste setor, tendo em vista que isso tende a restringir ainda mais a oferta de animais no curto e médio prazos.

O fato é que o preço da carne de frango congelada no mercado paulista acumulou alta de 15,4% em 2020, variando de R$5,38/kg a R$6,21/kg na parcial de outubro (23), a menor comparado ao comportamento de preços do boi gordo e do suíno. Vale destacar que ao longo do ano o preço da carne de frango variou entre a queda de 27,7% em abril a alta de 16,5% em outubro.

O comportamento de preços do boi gordo e do suíno, por outro lado, mostram alta muito maior comparada ao frango, aumentando a competitividade das aves no mercado doméstico.

Isso porque enquanto a carne de frango acumula alta de 15,4% em 2020 , na parcial de outubro, (23), o preço do boi gordo e do suíno acumulam ganho de 39,5% e 45,8%.

O preço do boi gordo, segundo indicador Cepea, iniciou o ano coado a R$193,0 por arroba e na parcial de outubro (23) o valor foi de R$269,1 por arroba. No caso da carne suína no mercado de São Paulo, o preço variou de R$6,35 a R$9,27/kg no mesmo período.

O Farmnews apresenta dados esperados do consumo de carne bovina por país em 2021. Clique aqui e confira! Aliás, será que outubro é, de fato, o melhor mês para vender boi gordo? Saiba quanto, em média, o preço de outubro supera o valor médio anual de cada ano e, em que meses do ano o boi gordo alcançou o pico de preços entre 2011 e 2019? Clique aqui e confira os dados!

Adaptado do Cepea

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Comportamento de preços do boi gordo, frango e suíno em 2020 was last modified: by