boi gordo renova máxima

Exportação cresce na parcial de outubro e boi gordo renova máxima

Os dados de exportação de carne bovina na parcial de 2020 mostram crescimento e o preço do boi gordo renova máxima histórica.

No dia 14 de outubro o indicador Cepea foi cotado a R$263,35 por arroba, o maior valor já observado ao longo da série, em valor nominal. Com isso, o preço do boi gordo renova máxima e acumula alta de 36,5% na parcial de 2020.

E por falar em comportamento de preços, o Farmnews apresenta os dados dos preços corrigidos do boi gordo em outubro de 2011 a 2019. Clique aqui e confira os dados!

E o preço do boi gordo em sido impulsionado pela baixa oferta de animais para abate e pelos dados da exportação de carne bovina do Brasil, já que o consumo interno segue fraco em 2020 (clique aqui).

Na parcial até a segunda semana de outubro, a média diária de embarque de carne bovina do Brasil foi de 8,58 mil toneladas de carne bovina, alta de 10,7% frente a média diária observada no mesmo período de 2019 (7,75 mil toneladas).

Vale lembrar que em setembro de 2020, pela primeira vez no ano, a exportação de carne bovina ficou estável em relação ao mesmo período de 2019 (clique aqui). Contudo, no acumulado do ano a exportação de carne bovina do Brasil segue muito acima do observado em todos os anos anteriores (clique aqui).

Diante desse cenário, o preço da arroba do boi gordo em outubro de 2020 caminha para novo recorde histórico, acumulando ganho de 58,0% frente ao mesmo período de 2019. Clique aqui e confira! Pois é, e não é apenas no mercado físico que o preço é recorde. Isso porque o preço futuro do boi gordo para maio de 2021, BGIK21, segue renovando máxima e se aproxima de R$260,0 por arroba.

Receba os estudos do Farmnews no WhatsApp!

Exportação cresce na parcial de outubro e boi gordo renova máxima was last modified: by