dados da pecuária de corte do Brasil

Dados da pecuária de corte do Brasil, de 2014 a perspectiva para 2021

O Farmnews apresenta alguns dados da pecuária de corte do Brasil entre os anos de 2014 e a expectativa para 2021.

Afinal, como evoluíram os dados de rebanho, produção, consumo e exportação de carne bovina brasileira ao longo dos últimos anos?

O fato é que o USDA atualizou, em outubro de 2020, os dados esperados para a pecuária de corte nacional em 2020 e 2021, cenário que contempla os efeitos negativos da COVID-19, especialmente no consumo interno, bem como o cenário de preços recorde de 2020 em função, dentre outros fatores, da fase do ciclo pecuário.

A Tabela a seguir apresenta dados que revelam o crescimento da pecuária de corte do Brasil, para os principais indicadores, entre 2014 e 2021, segundo dados do USDA.

dados da pecuária de corte do Brasil

E dentre os indicadores da pecuária de corte do Brasil, todos os apresentados na Tabela acima apresentam expectativa de alta para 2021 e devem alcançar patamar recorde, com exceção do consumo interno.

O rebanho nacional deve alcançar 252,28 milhões e cabeça, o maior crescimento ao longo do período analisado, desde 2014, com alta de 3,3% projetado para 2021. A produção de bezerros(as) igualmente deve alcançar ganho recorde (52,75 milhões de cabeças), influenciado também pela queda no abate de vacas em 2020, o maior de toda história.

A produção de carne bovina em 2021 esperada para 2021 de 10,47 milhões de toneladas em equivalente carcaça, se alcançada, será a maior já observada e mostra recuperação frente a queda de 2020, especialmente pela queda no ritmo de abate em 2020, o menor em 10 anos.

O lado negativo dos dados da pecuária de corte do Brasil ficou para o consumo interno em 2020, com expectativa que alcance o menor valor do período, desde 2014, com 7,60 milhões de toneladas em equivalente carcaça. Embora a projeção e de recuperação em 2021, o Brasil foi um dos países mais afetados pela COVID-19 quando o assunto foi o consumo de carne bovina.

Por ouro lado, a exportação de carne bovina brasileira deve seguir crescendo em 2021, embora em uma menor taxa comparada aos anos anteriores e, alcançar novo patamar recorde a 2,67 milhões de toneladas em equivalente carcaça.

O Farmnews apresenta dados que mostram se outubro é, de fato, o melhor mês para vender boi gordo. Afinal de contas quanto, em média, o preço de outubro supera o valor médio anual de cada ano e, em que meses do ano o boi gordo alcançou o pico de preços entre 2011 e 2019? Clique aqui e confira os dados!

Recebe os estudos do Farmnews no seu WhatsApp. Clique aqui!

Dados da pecuária de corte do Brasil, de 2014 a perspectiva para 2021 was last modified: by