Mercado

Preço do boi gordo em julho: maior queda para o período em 2023

O Farmnews atualizou os dados da variação do preço do boi gordo em julho, que alcançou a maior queda entre o período do ano, em 2023.

O mês de julho está quase no fim e provável que renovará um recorde negativo, da maior queda entre os meses de julho, em 2023 (primeira Figura). Essa queda caminha para superar a perda anterior, de 2017, quando naquele ano o boi gordo acumulou queda de 20,0% em relação a julho de 2016.

A Figura ilustra a variação do preço do boi gordo (Cepea) entre os meses de julho, de 2011 a parcial de 2023 (média até o dia 28).

preço do boi gordo em julho
Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

O preço do boi gordo em julho de 2023 caminha para a maior queda entre os meses de julho, com perda de 22,6% frente a 2022.

O preço médio nominal do boi gordo na parcial de julho de 2023 de R$251,2 por arroba foi o menor para o período do ano desde 2020, como destacam os dados da segunda Figura.

A Figura ilustra a evolução do preço nominal do boi gordo (Cepea) nos meses de julho, de 2010 a parcial de 2023 (média até o dia 28).

preço do boi gordo em julho
Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

Apesar da forte queda entre os meses de julho, em 2023, o preço médio do boi gordo apresentou uma maior estabilidade frente a junho (terceira Figura). Embora os preços foram muito pressionados ao longo de julho, a média ficou próxima quando comparada ao mês anterior, inclusive mostrando uma leve alta.

Participe do nosso Grupo no WhatsApp Participe do nosso Grupo no WhatsApp

O fato é que o destaque em julho foi o mercado futuro. Isso porque a projeção de preço para a segunda metade do ano ficou na maior parte do tempo abaixo da cotação praticada no mercado físico (clique aqui) e acumulando queda de cerca de R$30,0 por arroba para o contrato com vencimento em outubro de 2023, por exemplo.

E sempre é bom lembrar que o Farmnews atualiza, diariamente, os dados do mercado futuro do boi gordo. Clique aqui e confira!

A expectativa do Farmnews segue mais otimista para o resto do ano. Sem exagero, mas, melhor que o cenário de preço atual. Aliás, usamos o ano de 2017, ciclo de baixa de longo prazo anterior como referência (clique aqui), pois naquele ano, após uma safra pressionada, o mercado pecuário apresentou recuperação na entressafra. São cenários e circunstâncias diferentes, claro, mas o fundamento do mercado pecuário como um todo, especialmente lá fora, reforça a força do consumo mundial e a importância do Brasil nesse mercado.

Pois é, assim como aconteceu para os dados do consumo mundial e a produção mundial de carne bovina, o USDA revisou, para cima, os dados de exportação de carne bovina. Clique aqui e confira os dados!

A Figura apresenta os dados médios nominais do preço do boi gordo (Cepea), em Reais por arroba, entre janeiro de 2020 e a parcial de julho de 2023 (média até o dia 28).

preço do boi gordo em julho
Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

Um aspecto importante que deve ser ressaltado é o descolamento do preço da carne bovina no varejo frente aos valores praticados no atacado e o preço do boi gordo. Clique aqui e saiba mais! Isso porque os preços da carne bovina para o consumidor final seguem com queda modesta, muito menor que no atacado e no mercado do boi gordo, o que limita uma maior recuperação de preço do animal pronto para o abate. E se por um lado o mercado interno segue com recuperação lenta, o mercado internacional segue com perspectiva de alcançar novo recorde em 2023.

E do lado da oferta, o segundo semestre é tradicionalmente marcado por uma menor disponibilidade de animais para o abate, também de fêmeas. E por falar nisso, o Farmnews apresenta a evolução da taxa trimestral de abate de vacas dentro de cada ano, desde 2017. Clique aqui e saiba mais!

Clique aqui e receba os estudos do Farmnews pelo WhatsApp!

Ivan Formigoni

Zootecnista, Fundador do Farmnews e interessado em fornecer informações úteis aos nossos leitores!

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo